Partilhar

O Ferro é um nutriente essencial e a deficiência deste mineral continuam a ser muito comuns apesar da ampla disponibilidade dos alimentos ricos em ferro, sendo considerada a deficiência nutricional mais comum em todo o Mundo.

Este mineral é um componente essencial da hemoglobina que transporta o oxigénio dos pulmões para os tecidos e mioglobina que fornece oxigénio aos músculos. Este também é necessário para o crescimento, desenvolvimento, funcionamento celular normal e a síntese de algumas hormonas e tecido conjutivo.

O Ferro existe sob duas formas: Ferro heme que se encontra em alimentos de origem animal, nomeadamente na carne vermelha, peixe e carne de aves e Ferro não heme que se encontra principalmente em alimentos de origem vegetal, podendo também estar presente em alimentos fortificados e em alimentos de origem animal.

A maior parte deste mineral está presente na hemoglobina e o restante está armazenado na forma de ferritina ou hemossiderina no fígado, baço, medula óssea ou então na mioglobina presente no tecido muscular.

É através da urina e fezes, trato gastrointestinal e pele que se perdem pequenas quantidades de ferro, e no caso particular das mulheres a perda pode ser maior devido à menstruação.

O défice deste mineral pode ser causado devido a uma hemorragia, doenças gastrointestinais que interfiram com a absorção de ferro, dieta pobre neste mineral, proteína, folato e vitamina C. Este défice pode agravar-se e originar em último estágio anemia, que se caracteriza por valores de hematócrito baixo e que tem como sintomas distúrbio gastrointestinais, função cognitiva e imunológica prejudicada e alteração da capacidade de desempenhar trabalho normal ou exercício e ainda regulação corporal alterada.

As melhores fontes de ferro heme incluem alimentos de origem animal como carne vermelha e marisco e ferro não heme incluem nozes, feijões, alguns vegetais e cereais fortificados.

Receitas com Ferro...

Topo